psicologia


Sofia Débora Levy é psicóloga clínica  CRP 05/17490
Convênio: AMBEP  Associação dos Mantenedores dos Beneficiários da Petros


O QUE É A PSICOTERAPIA?
Sofia Débora Levy

A psicoterapia é um trabalho que se propõe a oferecer um tempo e um espaço para que o indivíduo possa se apreender e se sentir conscientemente. Amplia o autoconhecimento psíquico e corporal e aproxima razão e emoção. Com a compreensão de novas informações chega-se a uma nova formação pela reestruturação dos dados conhecidos até então, bem como do modo de se posicionar perante a si e ao mundo ao redor. Expressar as emoções e compreender o arcabouço de manifestação das mesmas apazigua e esclarece o indivíduo quanto à sua própria dinâmica. Faz crescer.

O investimento em psicoterapia é de tal riqueza que o indivíduo leva consigo, para o resto da vida, a atitude desenvolvida na prática terapêutica - a autonomia ao apreender-se conscientemente, descortinando o caminho de contato consigo mesmo a ser trilhado ao longo da vida em contínuas redescobertas.

A psicoterapia do Desenvolvimento Consciencial propõe o autoconhecimento da estrutura e da dinâmica psíquica articulada e manifestada analogamente em múltiplos níveis – intuitivo, mental, racional, emocional, energético e físico - passíveis de serem reconhecidos pelo sujeito através da tomada de consciência de seus padrões manifestados em suas próprias vivências.

Numa analogia ao cinema, cada pessoa pode desenvolver um olhar de diretor acerca de seu próprio modo de ser na vida. O trabalho objetiva, entre outros, o desenvolvimento dessa habilidade de autoconhecimento estrutural, que explicita o poder de optar e de construir-se sobre o tripé liberdade-responsabilidade-propósito. Ao final, o sujeito torna-se mais habilitado a ver a sua vida como um filme recheado de intensas emoções e, o melhor, passível de ser mudado de acordo com o olhar e a redinamização do modo de pensar e agir do próprio diretor, ou seja, o próprio cliente.

Levando o sujeito a identificar suas potencialidades e autolimitações, ele torna-se capaz de apreender a sua estrutura psicodinâmica e gradativamente compreende as possibilidades de optar e se modificar. Ao agir assim, verifica como a configuração das situações ao seu redor começa a se modificar também.

Cada um é capaz de buscar desenvolver o acompanhamento consciente de seu próprio desenvolvimento ao longo de sua história de vida. Compreender-se no mundo emocional proporciona uma nova capacidade de localização e atuação consigo mesmo e com o mundo ao redor.